A confiança dos nossos clientes e a segurança dos dados que passam pela plataforma e-GDS sempre foi e será motivo de atenção especial na XYZT, SA.

A XYZt, SA sempre se preocupou com os dados pessoais e a sua proteção , compreendendo que nos negócios estes são muitas vezes fundamentais para a sua correcta execução.

No âmbito da entrada em vigor do novo regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de Abril de 2016 (RGPD), em 25 de Maio de 2018, fizemos todas as alterações necessárias à plataforma e-GDS - Global Distribution Solutions para que, com a maior confiança e segurança de todos, sejam feitos os registos necessários que estão na base do cumprimento dos mesmos.

Ao permitir o processamento dos dados que fornece, o cliente tem acesso a um conjunto de serviços e informações/comunicação mais personalizado e apropriado para si e para a sua empresa. Portanto, podemos ser mais eficientes em todo o nosso serviço.
O e-GDS recolhe dos seus clientes os dados pessoais estritamente necessários para o bom desempenho do serviço, pessoalmente ou à distância, quer através do preenchimento de formulários quer do envio automático de e-mails.
Os dados pessoais recolhidos serão tratados pelo e-GDS para os seguintes fins:
  • O estabelecimento de relações comerciais entre clientes e o e-GDS, por exemplo: a abertura de licenças, a execução e implementação de contratos de software como serviço.
  • O arquivo histórico dos produtos/serviços instalados ou, informações importantes que possam ser necessárias para os clientes. Para a sua gestão, o e-GDS utilizará a plataforma de arquivo digital (CRM) com o objectivo de contacto comercial ou apoio técnico.
  • O cumprimento de obrigações relacionadas, em particular, com questões fiscais;
  • Os dados recolhidos por todos os canais digitais, como resultado da sua utilização pelos Clientes, destinam-se também a melhorar a navegação nestes canais e a adaptá-los ao dispositivo que é utilizado (equipamento informático ou móvel), utilizando cookies que, em qualquer caso, podem ser desactivados pelos Clientes.
  • O processamento de dados pelo e-GDS permanecerá enquanto for necessário para a relação comercial estabelecida com os seus Clientes. No final da relação comercial, os dados pessoais serão mantidos durante os prazos legais obrigatórios ou até à sua prescrição (pela lei, os direitos e obrigações emergentes da mesma). Em qualquer caso, quando a relação terminar com os clientes, os dados já não serão utilizados para tratamento comercial.
Direitos de Informação: Os direitos de informação significam o direito do cliente a ser informado (entre outras coisas) sobre a finalidade da utilização dos dados, sobre quem pode ser comunicado, sobre quais são os seus direitos e condições e sobre os dados que são obrigatórios.

O direito de acesso: O direito do cliente a aceder aos seus próprios dados pessoais que lhe foram fornecidos sem restrições, atrasos, ou custos elevados, bem como a conhecer toda a informação disponível sobre a origem desses dados.

O direito de Rectificação: é o direito dos Clientes de exigir que os seus dados sejam exactos, actualizados e podem solicitar a rectificação a partir do e-GDS.

O direito de eliminação (ou "esquecer"): É o direito dos clientes a exigir a eliminação dos dados pessoais nos nossos registos quando estes não são utilizados para os fins correctos, sem prejuízo das medidas de prazos previstos na lei.

O Direito de Limitação de Tratamento: significa o direito dos clientes de dizer em circunstâncias específicas a limitação do tratamento dos dados pelo e-GDS, em particular quando verificam a sua exactidão se o tratamento foi ilícito e o cliente não concorda com a eliminação dos dados pedindo uma limitação da sua utilização, ou quando o e-GDS já não precisa dos dados pessoais do cliente para tratamento, mas esses dados devem ser exigidos pelo cliente para efeitos de exercício de declaração ou defesa do direito un judicial.

Para exercer quaisquer dos seus direitos, os clientes podem contactar compliance@e-gds.com.

Sem prejuízo de qualquer outra necessidade administrativa ou judicial, todos os titulares dos dados têm o direito de apresentar queixa a uma autoridade de controlo, em particular no Estado-Membro da sua residência habitual, no seu local de trabalho ou no local onde foram alegados, se o titular dos dados considerar que o tratamento dos dados pessoais que lhe dizem respeito viola o Regulamento Geral de Protecção de Dados (Regulamento (UE) 2016/679) e outra legislação nacional aplicável. Em Portugal, a autoridade de controlo é a Comissão Nacional de Protecção de Dados.
O Cliente não desfrutará mais dos benefícios associados ao processamento de dados que podem ser penalizadores ou até inviabilizar o serviço.
O cliente pode alterar os termos do seu consentimento em qualquer altura na área restrita ou contactando a equipa e-GDS.

XYZt, SA designou um encarregado da protecção de dados que pode ser contactado directamente por carta enviada ao RPD para a Rua D. João IV 399 1º Sala 3 4000-302 Porto, ou para o seguinte endereço electrónico: compliance@e-gds.com.

Qualquer alteração destes termos será publicada nesta página.


Qualquer alteração nestes termos será publicada neste site.